O bloco “Comuna que Pariu!” como fenômeno cultural e político

Blog da Boitempo

comuna que pariu 2016 blog[Bloco “Comuna Que Pariu!” em 8.2.2016. Imagem a partir de foto de Guilherme Nogueira de Souza]

Por Mauro Luis Iasi.

O “Comuna Que Pariu!” é um bloco de carnaval que se organizou em 2009 por iniciativa da UJC (União da Juventude Comunista) e tomou forma mais definitiva em 2013, aquecido pelas lutas na cidade do Rio de Janeiro. Tornou-se uma iniciativa da base de cultura do PCB, hoje denominada de célula de cultura, que reúne militantes do partido, ainda que o bloco tenha aglutinado militantes de diversos campos da esquerda de forma bem ampla.

View original post 1,397 more words

Žižek: Trump e o retorno do politicamente incorreto

Blog da Boitempo

Donald Trump e o politicamente incorreto ZizekPorSlavoj Žižek.

Neste artigo, enviado diretamente pelo autor ao Blog da Boitempo intitulado “Um ensaio sobre o simples ato de defecar em público, ou, A insustentável leveza da vulgaridade”, o filósofo esloveno Slavoj Žižek parte de uma análise da figura de Donald Trump contra a de Bernie Sanders no atual debate eleitoral estadunidense, para esboçar um diagnóstico global do fenômeno de dilapidação da esfera pública na ressurgência das vulgaridades do discurso “politicamente incorreto”, e ancorá-lo nos impasses do capitalismo global de hoje. A tradução é de Artur Renzo.

View original post 1,663 more words

O golpismo vulgar e a biografia de FHC

#ForaGolpistas

bloglimpinhoecheiroso

FHC_Legado00Mario Magalhães

No começo da noite de 13 de março de 1964, o professor de sociologia Fernando Henrique Cardoso formava entre a multidão que participou do comício, com direito a discurso de João Goulart, diante da Central do Brasil.

Dezenove dias depois, um golpe de Estado derrubou o presidente constitucional Jango, ferindo a democracia e inaugurando uma ditadura que se prolongaria por 21 anos.

FHC, mais tarde senador, ministro e por dois mandatos presidente da República, conhece história. Tirando tropeços como falar “próprio” e “propriamente”, em vez de “próprio” e “propriamente”, ninguém pode chamá-lo de ignorante. É um homem ilustrado, além de cortês e afável.

Nesta quarta-feira, um dos melhores repórteres do país e um dos mais talentosos editores culturais que eu conheci, Mario Cesar Carvalho, trouxe novidade: foi um advogado de Fernando Henrique Cardoso e integrante do conselho do Instituto FHC quem pediu um parecer ao jurista Ives Gandra…

View original post 1,431 more words

Incidente em águas do Irã era armação de Israel e EUA?

panoramalivre

Segundo o portal The Saker, o incidente envolvendo a captura de 10 marinheiros americanos que invadiram águas iranianas com dois barcos (Riverine Command Boats), no dia 12 de janeiro, poderia se tratar de uma armação entre Estados Unidos e Israel para iniciar um conflito com o Irã.

maxresdefault

A versão dada pelas autoridades americanas é confusa, os barcos teriam apresentado problemas mecânicos e ficaram a deriva em águas iranianas após a Marinha americana perder comunicação com as embarcações. Há também o relato de, “um inventário de pós-recuperação dos barcos descobrir que todas as armas, munições e comunicações foram contabilizados, exceto dois cartões SIM, aparentemente removidos de dois telefones de mão via satélite.” O que torna tudo mais estranho é o The Saker mencionar que fontes confiáveis afirmaram que havia um submarino de Israel, em águas iranianas, pronto para afundar os barcos americanos – obviamente com a intenção de fazer a culpa pela…

View original post 304 more words

Quem é tetra? Não sei de todos, mas o Aécio é tetra!

Gustavo Horta

Aecio_Biquinho03“É Tetra!… Aécio é mencionado pela quarta vez na Lava Jato: Recebia 1/3 da propina” >> ISTO É PORNOGRÁFICO? ISTO É VIRULENTO?
 
“Com o depoimento desta quarta-feira (3), já é a quarta vez que o senador Aécio Neves é citado na Operação Lava Jato.
 
O lobista e delator Fernando Moura afirmou que a estatal Furnas era controlada pelo então deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG), hoje senador. Isso ocorreu durante o governo Lula.
 
Em depoimento ao juiz Sérgio Moro, nesta quarta-feira (3), Fernando Moura afirmou que o esquema de propina se assemelhava ao instalado na Petrobras: “É um terço São Paulo, um terço nacional e um terço Aécio.””
 
ORA BOLAS, CHAMEM UM LADRÃO! EU QUERO UM LADRÃO, POIS TANTOS ASSIM JÁ É DEMAIS. NEM TATU AGUENTA.
 
E A POLÍCIA? E JUSTIÇA BRASILEIRA? NÃO VEM AO CASO, NÉ NÃO?
 
 
Merenda EscolarENQUANTO ISSO…

View original post 36 more words

Herbert Marcuse, o filósofo da contestação e a Escola de Frankfurt

ensaios e textos libertários


O ano de 1968 inaugurou um novo momento onde a juventude passa a ser o principal elemento de contestação ao capitalismo . Se antes estava nas movimentações da classe operária, através da luta sindical , o instrumento da revolta que enchia as ruas do mundo , com o protagonismo da juventude, indo além das classes sociais, a própria essência do Sistema Capitalista passa a ser criticada , tornando esta luta muito mais radical onde a construção de um novo mundo está na ordem do dia .

Não restam dúvidas que o pensador Herbert Marcuse é um dos arautos destes novos tempos.Seus livros , suas ideias, sua participação nos grandes movimentos que mobilizaram a Europa e Estados Unidos nos anos sessenta influenciaram os líderes juvenis que aí se formaram e têm influenciado até hoje as movimentações da modernidade que cobrem todo o mundo .

O vídeo que trazemos para vocês conta…

View original post 41 more words

O tempo do cotidiano e o tempo histórico

Blog da Boitempo


iasi tempo histórico
Por Mauro Luis Iasi.

“Seria tudo o que vejo natural, e estaria eu doente,
ao desejar remover o irremovível?
Li canções dos egípcios, dos homens que construíram as pirâmides.
Queixavam-se dos seu fardo e perguntavam
Quando terminaria a opressão. Isso há quatro mil anos.”
– BERTOLT BRECHT

O tempo flui indiferente às mazelas e pequenas catástrofes daqueles que o criaram. Mais uma dimensão daquilo que se estranha e volta contra seus criadores como uma força hostil que parece controlá-los, mais uma vereda do fetichismo e da reificação, mais uma face de tempos sombrios que nos couberam atravessar.

View original post 1,485 more words

Quem luta abstratamente? Impasses do antagonismo social em face da crise da sociedade do valor- Joelton Nascimento

ensaios e textos libertários

QUEM LUTA ABSTRATAMENTE?Impasses do antagonismo social em face da crise da sociedade do valor (1)

RESUMO

Este trabalho parte do problema intensamente debatido no pensamento marxista e pós-marxista contemporâneo da relação entre a crítica do valor e da análise crítica dos antagonismos sociais. Os argumentos alinhavados, todavia, se focarão na obra do historiador e filósofo social Moishe Postone– um clássico da assim chamada Nova Crítica do Valor, e que foi recentemente publicada no Brasil, chamada Tempo, Trabalho e Dominação Social .

Esta obra será problematizada à luz das considerações críticas do filósofo esloveno Slavoj Žižek que aparecem no livro Vivendo no Fim dos Tempo sobre algumas teses de Postone.

Nessa leitura žižekiana de Postone começa a emergir um problema que, a nosso juízo, toca no cerne tanto conjuntural quanto estrutural de nosso tempo histórico: os antagonismos sociais aguçados pela crise sistêmica da sociedade fundada na mercadoria, no valor e…

View original post 6,377 more words

Como a Lava-Jato/mídia tornou-se o poder maior no país

bloglimpinhoecheiroso

Lava_Jato_Veja01

Nem ministros favoráveis à Lava-Jato são poupados. Ao menor sinal de qualquer decisão contrária, por mais insignificante que seja, tornam-se alvos de ataques.

Luis Nassif, via Jornal GGN em 16/12/2015

A Lava-Jato está fornecendo argumento adicional para os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) que pretendem julgar a ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) proposta pena ANJ (Associação Nacional dos Jornais) contra a Lei de Direito de Resposta.

Neste momento, ministros do STF e do STJ (Superior Tribunal de Justiça) estão sendo alvos de chantagem preventiva da confraria da Lava-Jato – o grupo de procuradores, delegados e repórteres-policiais-repórteres – visando tutelar seus votos futuros na operação.

Esses ataques obedecem à estratégia de Moro, de manter os réus presos até que cedam à delação premiada que possa levar a investigação até Dilma e Lula.

Hoje em dia, o maior poder da República é a dobradinha Lava-Jato/mídia. A estratégia de Sérgio Moro –…

View original post 1,278 more words

Documentos revelam participação de FHC e Gilmar Mendes no mensalão tucano

bloglimpinhoecheiroso

FHC_Gilmar_Mendes

FHC e Gilmar Mendes constam de documentação anexada a processo contra Marcos Valério.

Via Correio do Brasil em 30/5/2013

Documentos reveladores e inéditos sobre a contabilidade do chamado valerioduto tucano, que ocorreu durante a campanha de reeleição do então governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998, constam de matéria assinada pelo jornalista Leandro Fortes, na edição dessa semana da revista CartaCapital. A reportagem mostra que receberam volumosas quantias do esquema, supostamente ilegal, personalidades do mundo político e do judiciário, além de empresas de comunicação, como a Editora Abril, que edita a revista Veja.

Estão na lista o ministro Gilmar Mendes, do STF, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), os ex-senadores Artur Virgílio (PSDB/AM), Jorge Bornhausen (DEM/SC), Heráclito Fortes (DEM/PI) e Antero Paes de Barros (PSDB/MT), os senadores Delcídio Amaral (PT/MS) e José Agripino Maia (DEM/RN), o governador Marconi Perillo (PSDB/GO) e os ex-governadores Joaquim Roriz (PMDB) e…

View original post 610 more words